Rui Costa ouvido no DCIAP. Benfica confirma suspeitas

Em causa está "uma imputação de oferta indevida de vantagem e uma imputação de fraude fiscal".
Rui Costa

O Benfica confirmou, em forma de comunicado emitido através das plataformas oficiais ao final da manhã desta terça-feira, que o presidente, Rui Costa, foi ouvido no Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP).

O líder máximo do clube da Luz, pode ler-se, “prestou declarações em representação do Benfica, no chamado ‘processo dos emails'”, na sequência de “uma imputação de oferta indevida de vantagem e uma imputação de fraude fiscal”, depois de o Ministério Público ter ‘deixado cair’ as suspeitas de corrupção.

A notícia foi, inicialmente, lançada pelo Jornal de Notícias, que dava conta de que o ex-presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, o ex-assessor jurídico, Paulo Gonçalves, e o ex-diretor executivo da SAD, Domingos Soares de Oliveira, também iriam prestar depoimento.

Em causa estaria um alegado plano para “controlar o futebol português”, que passaria pelo empréstimo de jogadores dos seus quadros a equipas da I Liga, como maneira de promover as relações com os respetivos clubes.

Deixar uma resposta

O seu endereço de correio electrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com