Novo Panamera foi revelado e até já tem preços

Terceira geração da berlina de luxo da Porsche traz mais luxo, mais tecnologia e um maior foco na eficiência.

Após muita especulação acerca do seu futuro e convivência na gama com o Taycan, o Porsche Panamera acaba de ver revelada a sua terceira geração, confirmando que “o relato da sua morte” era de facto um exagero.

Visualmente, o novo Panamera mantém-se fiel às linhas e proporções que tanto sucesso lhe têm garantido. Talvez por isso, os mais desatentos podem ser levados a crer que se trata de um restyling da geração anterior, mas tal está longe de ser o caso.

Nesta terceira geração, a primeira berlina desportiva da Porsche surge com 5,05 m de comprimento (5,20 m na versão Executive); 1,42 m de altura e uns impressionantes 1,93 m de largura.

Ainda no exterior, destaque não só para os faróis LED Matrix de série (em opção podem ser LED HD-Matrix com 32 000 pixéis por farol) como para os detalhes específicos das variantes com a designação Turbo. Entre estes., os para-choques distintos, as saídas de escape cromadas em “Bronze Escuro”, a cor exclusiva “Turbonite” e as opcionais jantes de aperto central captam as atenções.

Já a bordo do novo Porsche Panamera fica evidente a aposta na digitalização. Apostando no conceito “Porsche Driver Experience”, a marca de Estugarda tentou encontrar um equilíbrio entre os elementos de controlo digitais e os comandos analógicos.

Atrás do volante, a cumprir as funções de painel de instrumentos, encontramos um ecrã ligeiramente curvo com 12,6”. A este junta-se um ecrã central com 12,3’’ que alberga o novo sistema de infoentretenimento compatível com Android Auto e Apple CarPlay e ainda, em opção, um terceiro ecrã de 10,9’’ posicionado no tabliê em frente ao passageiro.

Quanto às motorizações, o Porsche Panamera apresenta-se com duas opções a combustão — um V6 e um V8 —, sendo que só a segunda surge associada a um sistema híbrido plug-in.

Começando pelas versões sem qualquer «ajuda elétrica», designadas “Panamera” e “Panamera 4” consoante têm tração traseira ou integral, estas recorrem a um V6 biturbo com 2.9 l que debita 354 cv e 500 Nm (mais 23 e 50 Nm que na geração anterior).

Este valor permite à versão de tração traseira acelerar dos 0 aos 100 km/h em 5,1s e alcançar os 272 km/h de velocidade máxima. Já na variante com tração integral a aceleração até 100 km/h faz-se em 4,8s e a velocidade máxima fixa-se nos 270 km/h.

Quanto ao V8, este anima o Panamera Turbo E-Hybrid, aquela que é a única versão híbrida plug-in disponível no lançamento. Mais tarde existirão quatro no total da gama.

Profundamente revisto, este motor V8 com 4.0 l debita 519 cv. Contudo, o seu «casamento» com um novo motor elétrico com 190 cv (140 kW), que surge montado na caixa de transmissão de dupla embraiagem PDK com oito velocidades, faz a potência máxima combinada do conjunto subir para uns impressionantes 680 cv (500 kW) e 930 Nm.

Tudo isto permite ao mais potente dos Panamera cumprir os 0 aos 100 km/h em 3,2s e alcançar os 315 km/h. Porém, não se pense que o novo Panamera Turbo E-Hybrid só está focado nas performances.

Equipada com uma bateria com 25,9 kWh de capacidade, esta versão híbrida plug-in promete uma autonomia elétrica de até 91 km. Já quando se esgota a carga da bateria, um novo carregador de bordo AC com 11 kW permite carregar em apenas 2 horas e 39 minutos.

Como seria de esperar, tratando-se de um Porsche o Panamera tem um foco especial no desempenho dinâmico. Assim, para assegurar que este cumpre os pergaminhos da marca, a Porsche dotou-o com o novo sistema de suspensão “Porsche Active Ride”.

Oferecida de série, esta suspensão pneumática surge associada ao sistema “Porsche Active Suspension Management”. Já acima desta, existe ainda a suspensão ativa opcional “Porsche Active Ride”. Exclusiva das versões E-Hybrid, destaca-se por sobrecompensar as tendências de oscilação da carroçaria. Por exemplo, com esta suspensão o Panamera inclina-se para as curvas como uma mota.

Com a entrega das primeiras unidades na Europa prevista para março de 2024, o novo Porsche Panamera vê os seus preços em Portugal arrancarem nos 134 341 euros pedidos pela versão “Panamera”. O “Panamera 4” custa 141 118 euros e o preço do “Panamera Turbo E-Hybrid” arranca nos 206 824 euros.

Deixar uma resposta

O seu endereço de correio electrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *