“Não canto o hino de Portugal por uma questão política”

Selecionador nacional explica o motivo de querer aprender a língua portuguesa e volta a dizer que não existem favoritos para o Euro'2024.
Martinez

Roberto Martínez continua determinado em dizer que não há favoritos para a conquista do Euro’2024. No dia em que a seleção nacional parte rumo à Alemanha, onde vai disputar a competição, o selecionador nacional concedeu uma entrevista ao diário AS e reforçou, no entanto, a ambição de chegar o mais longe possível.

“Desta vez não há favoritos. Há candidatos. Há várias seleções com jogadores habituados a lutar por títulos: França, Inglaterra, Alemanha, Espanha, Portugal… Nós não devemos fugir à responsabilidade de estar ali. A exigência é estar no nosso máximo. Só assim chegas longe”, começou por dizer Martínez, antes de explicar a necessidade de aprender a língua portuguesa.

“É importante cantar o hino, tem um significado especial para a seleção. Consegues perceber isso. Algumas estrofes do hino estão escritas nas paredes da Cidade do Futebol. Não é um aspeto político. Nada disso. Língua? Pensei: ‘ Se fosse adepto da seleção portuguesa e se visse um treinador que não era português, gostaria que ele falasse português’. Ainda estou a trabalhar nisso. É um processo. Na equipa também falamos inglês e espanhol. O professor Miguel é um santo. Tem muita paciência. Temos uma hora e meia de aula por dia”, rematou o selecionador nacional.

Deixar uma resposta

O seu endereço de correio electrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *


Quem Somos

Comunidade Lusa é um site de notícias onde pode encontrar as mais recentes informações sobre a nossa comunidade portuguesa no mundo e acima de tudo na Suíça. Aqui encontra também novidades sobre eventos culturais e temas como: desporto, mulher, opinião e publireportagens muito interessantes sobre empresas na Suíça.


info@comunidadelusa.ch

+41 76 358 30 15


WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com