Benfica-Sporting: Águia em crise e leão esfomeado ‘pintam’ dérbi eterno

Estádio da Luz recebe este domingo mais uma edição do encontro entre os eternos rivais lisboetas. Encarnados foram eliminados da Liga dos Campeões e verde e brancos querem distanciar-se na liderança.
estadio-da-luz-sl-benfica-new

O Estádio da Luz abre as portas, na noite deste domingo, para o jogo cartaz da 11.ª jornada da I Liga. Benfica e Sporting chegam ao dérbi eterno em situações distintas. As águias vão entrar em campo sob ‘brasas’ após a eliminação da Liga dos Campeões, ao passo que os leões defrontam o rival motivados pela liderança do campeonato.

Mas esta será, certamente, uma partida em que os momentos de forma não deverão ter grande tipo de influência, sobretudo porque o que está envolvido neste duelo. Os dois clubes lisboetas vão subir ao relvado do Estádio da Luz apenas separados por três pontos, e sabendo de antemão que a vitória no dérbi pode servir de base para o que virá no futuro.

Roger Schmidt está pressionado pelo mau momento do Benfica e já está a ser alvo de alguma contestação no comando técnico dos campeões nacionais, ao ponto de já lhe apontarem substitutos. Por outro lado, Rúben Amorim pode consolidar a liderança do campeonato e a candidatura do clube de Alvalade ao título.

E até fora das quatro linhas o dérbi começou a ser disputado. Na antevisão à partida, Roger Schmidt negou que resultado do jogo no Estádio da Luz tenha impacto no seu futuro no Benfica. Sobre o mau momento da equipa, o alemão sublinhou que não se pode ganhar sempre, mas reconheceu que as águias não estão em boa forma. Por seu turno, Rúben Amorim destacou a necessidade de vencer o eterno rival para ficar com uma almofada de seis pontos sobre os encarnados.

Estão, por isso, reunidos os ingredientes para aquele que se espera um grande jogo no fecho da jornada 11 da I Liga. O Benfica-Sporting está agendado para as 20h30 deste domingo e terá arbitragem de Artur Soares Dias, da Associação de Futebol Porto.

Treinadores em discurso direto

Roger Schmidt:

Resultado do dérbi pode ter impacto no futuro? “Não, já o disse. Assinei até 2026, gosto de estar no Benfica. O que sei por experiência é que aparecem dificuldades, Às vezes jogamos com os jogadores todos em forma, outras não. Tem de se lutar mais. Passar a fase de grupos da Liga dos Campeões é importante para nós e para o clube, mas às vezes acontece o que nos aconteceu este ano,  temos de aceitar. Não pode ser razão para se perder confiança no Benfica e na minha posição. Sinto a confiança do clube e o meu objetivo é ficar até 2026. O meu objetivo passa por regressar ao Marquês”.

O que o Benfica tem de fazer para ganhar? “Tem de jogar realmente muito bem. Primeiro de tudo, estamos muito contentes por voltar a jogar em casa, o que já não fazemos há algum tempo. Penso que depois de um jogo em que perdemos e que foi tão desapontante voltarmos a casa. O jogo frente ao Sporting é uma excelente oportunidade para voltarmos a aparecer. Eles estão a fazer uma grande época, têm apenas um empate no campeonato. Eles estão em primeiro e isso quer dizer alguma coisa. Claro que os duelos diretos são muito importantes, vimos isso na época passada. No ano passado registaram-se dois empates frente ao Sporting em dois grandes duelos. Queremos fazer agora um jogo top frente ao Sporting e vencer o jogo”.

Virar a página da Real Sociedad: “Obviamente que é a minha responsabilidade preparar a equipa física, mental e tecnicamente para todos os encontros. Quando tu vês aquilo que sucedeu na Liga dos Campeões, as ocasiões que desperdiçámos e a dificuldade que mostrámos, não só nos golos que não conseguimos marcar, mas também pela forma como abordámos que esses encontros que, obviamente, o treinador é responsável por esse insucesso. Mas, agora, temos a oportunidade, através do jogo de amanhã, que somos uma equipa diferente daquilo que mostrámos contra a Real Sociedad. Também no ano passado mostrámos uma reação quando enfrentámos momentos difíceis e já este ano mostrámos boas performances em jogos mais difíceis, como por exemplo contra o FC Porto na Supertaça. Os meus jogadores não são perfeitos, mas estão sempre motivos e com atitude. Eu ontem senti uma equipa muito motivada e que sabe fazer auto-crítica. Acredito que amanhã vamos fazer um jogo top e lutar pela conquista dos três pontos.”

Rúben Amorim:

Dá-lhe algum gozo especial ter roubado o Gyokeres ao Benfica? “Não me dá gozo nenhum, nem ligo a isso. A ideia de que o Benfica não o quis e o Sporting é que sim também transmite uma ideia errada. Se vocês imaginassem os jogadores que vi no scouting, e afinal não é bem isto, e depois o que eles dão, eu também ficaria bem envergonhado. E vocês ficariam a pensar que não percebo nada do assunto. Essas coisas podem acontecer. Nós não acertamos sempre. Não me dá gozo nenhum ter roubado o Gyokeres ao Benfica. Fico feliz é de o ter cá.”

Schmidt dizer que os jogos mais importantes são frente ao FC Porto: “Eu não usei isso para motivar os meus jogadores, porque sei que Roger Schmidt não tinha esse intuito. O foco neste momento não é deixa-los mais nervosos. Eu quero que eles estejam confortáveis e prontos para o jogo de amanhã. O mais importante são os seis pontos de avanço e estarmos no Marquês no fim do ano. Nós só dependemos de nós para atingir este objetivo.”

Benfica mais pressionado para ganhar: “Eu não consigo ver favoritismos nestes jogos. Aconteça o que acontecer no final deste encontro ninguém passa para a nossa frente, mas mesmo ganhando não quero sentir os meus jogadores acreditando que já ninguém nos passará. Esta é uma oportunidade única de marcar uma desvantagem de seis pontos. Não é decisivo, mas é desconfortável estar a seis pontos do líder à 6.ª jornada. Em termos de senso comum, o Benfica está mais pressionado, mas os meus jogadores também estão. Não podemos perder esta oportunidade.”

Últimos resultados

Benfica: D-E-V-V-D

Sporting: E-V-V-V-V

Últimos onzes

Benfica: Anatoliy Trubin, João Neves, António Silva, Nicolás Otamendi, Morato, Fredrik Aursnes, Ángel Di María, João Mário, Rafa Silva, Florentino Luís, Arthur Cabral.

Sporting: Antonio Adán, Jeremiah St. Juste, Sebastián Coates, Gonçalo Inácio, Nuno Santos, Pedro Gonçalves, Daniel Bragança, Ricardo Esgaio, Marcus Edwards, Paulinho, Francisco Trincão.

Ausências

Benfica: Kokçu, Bah, Neres e Bernat (lesionados).

Sporting: João Muniz e Catamo (lesionados).

Deixar uma resposta

O seu endereço de correio electrónico não será publicado. Os campos obrigatórios estão assinalados com *