Zoom anuncia investimento de 100 milhões para apps

Plataforma de videoconferência que viu ‘explodir’ a sua popularidade em tempos de pandemia revela que vai investir 100 milhões de dólares no desenvolvimento de aplicações de terceiros

5
0

A Zoom quer apoiar as startups que pretendam desenvolver aplicações para serem usadas na ferramenta de videoconferência e que permitam aos utilizadores tirar mais partido da plataforma. O objetivo é fomentar o ecossistema, aumentando a integração de diferentes serviços e incentivando os utilizadores a passar mais tempo no Zoom. Para isso, a empresa vai disponibilizar um fundo com um total de cem milhões de dólares.

Ao abrigo deste fundo, as empresas a concurso podem receber entre 250 mil e 2,5 milhões de dólares para construir as suas Zoom Apps, noticia a Reuters. A responsável financeira da empresa, Kelly Steckelberg, revela que a Zoom pretende apostar em ferramentas que garantam novas funcionalidades, como aplicações de quadros brancos para esboço de ideias ou em fabricantes de hardware para salas de conferências que queiram aproveitar as soluções Zoom.

Com este fundo, a Zoom não pretende garantir lugares de direção nas empresas que apoia. “Isto vai realmente ajudar os developers na sua fase inicial a ganhar tração no mercado”, considera Steckelberg.

Em outubro, a Zoom lançou a plataforma de Aplicações destinada a terceiros. A estratégia seguida é semelhante à que adotou a Salesforce, que também investe para apoiar os programadores a criar aplicações para um ecossistema vibrante em torno do seu produto central.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code