FC Porto-Sporting: Quem provocará a azia maior?

Estádio do Dragão recebe este sábado aquele que é o primeiro grande jogo da temporada 2022/23. Os dragões estão praticamente na máxima força e os leões perderam Matheus Nunes nos últimos dias.

11
0

Aí está o primeiro encontro entre os grandes na temporada 2022/23. FC Porto e Sporting protagonizam este sábado, no Estádio do Dragão, aquele que é um dos Clássicos do futebol português. De um lado está o campeão quase na máxima força, do outro o ‘vice’ que perdeu nos últimos dias Matheus Nunes, assunto que valeu uma saudável picardia entre Conceição e Amorim.

Os dois clubes voltam a defrontar-se no Dragão em jogos a contar para o campeonato, depois de, em fevereiro deste ano, terem empatado (2-2), numa partida que ficou marcada por vários confrontos, dentro e fora do relvado, entre jogadores, treinadores e dirigentes de ambos os emblemas.

FC Porto e Sporting chegam a este jogo da terceira ronda em fase de forma diferentes. Por um lado, os dragões são um dos líderes do campeonato fruto de duas vitórias diante de Marítimo e Rio Ave. Por seu turno, o Sporting ‘tropeçou’ em Braga (3-3), vencendo depois o Rio Ave.

Esta será uma partida em que nenhuma das equipas quererá, certamente, perder pontos. Uma derrota do Sporting no Dragão deixa os leões a cinco pontos do rival FC Porto, que empatou contra os verde e brancos nos últimos quatro jogos a contar para o campeonato, ao passo que o clube de Alvalade pode saltar para a frente dos portistas com a conquista dos três pontos.

Se do lado do FC Porto existem algumas dúvidas sobre a presença no onze de Mateus Uribe e Marko Grujic, titulares nas duas primeiras rondas e que estiveram limitados durante a semana, do lado do Sporting existe a certeza de que Matheus Nunes não estará no Dragão após ter sido transferido para os ingleses do Wolverhampton, um assunto que valeu uma troca de galhardetes saudável entre Sérgio Conceição e Rúben Amorim.

Questionado sobre a ausência do português no Clássico, Conceição disse que Amorim estaria um pouco aziado por causa desta transferência. Amorim não deixou de responder a esta provocação e considerou que o homólogo do FC Porto, mesmo sendo o campeão em título, é mais aziado do que o próprio.

Resta agora saber quem provocará a maior azia no rival. A resposta para isso começa a ser dada este sábado, a partir das 20h30, numa partida que contará com a arbitragem de Nuno Almeida.

Treinadores em discurso direto:

Sérgio Conceição:

Sporting mais imprevisível sem Matheus Nunes: Cabe ao Rúben ficar um pouco ‘aziado’ agora, mas calculo que o Rúben não trabalhou durante a semana com essa azia. Obviamente que Matheus Nunes era um jogador importante na dinâmica do Sporting e claro que o futebol português fica mais pobre com a saída de jogadores desta qualidade, mas isto é o campeonato português. Agora, não acredito que o Sporting vá mudar com a saída de Matheus, até porque a forma de jogar do Sporting não vai mudar. Não têm o Matheus Nunes, podem ter o Morita, o Pedro Gonçalves ou o Mateus Fernandes, que é um jogador de enorme qualidade. Vários jogadores que podem dar diferentes tipo de nuances ao meio-campo do Sporting.

Jogo de seis pontos: Todos os jogos são importantes e neste tipo de encontros há a agravante de podermos ganhar três pontos e o rival não os poder ganhar. Este Clássico, e como é numa fase tão precoce da época, e como nada vai decidir, direi que é de quatro pontos e meio.

Mais reforços: O mercado fica ao pé do nosso dragão. Fica à porta do Olival. Não falo de mercado. Agora, posso dizer que tenho um plantel capaz. Agora, espero sempre mais. 

Rúben Amorim:

FC Porto sem Fábio Vieira e Vitinha: Não é totalmente diferente, um pouco. Com o Vitinha e o Fábio Vieira era um pouco mais refinado. Mas só um bocado diferente porque mudam os jogadores, é preciso um pouco de tempo. Mas Taremi dá muita profundidade, Evanilson, Uribe… a base está lá, não muda muito. O estádio estará cheio e gostamos desses desafios.

Insatisfeito com venda de Matheus e resposta a Conceição: Obviamente estou insatisfeito por perder um jogador como o Matheus. Se não estivesse insatisfeito é porque algo se passaria comigo. Azia? O mister Sérgio Conceição mesmo sendo campeão e ganhando títulos está sempre mais aziado do que eu. Temos personalidades diferentes. Não estou contente, O Matheus é um jogador que nos faz sempre muita falta e não contava perdê-lo. Agora é preparar o próximo jogo com os jogadores que temos.

Quem vai jogar no lugar do Matheus Nunes? Não vou dizer (risos). Não vou ajudar o mister Sérgio Conceição. De certeza que não muda muito na abordagem do FC Porto, mas vamos guardar as características do jogador que vai fazer o papel do Matheus para a hora do jogo. Temos o Pote, o Morita e o Mateus Fernandes que podem jogar lá. Temos uma ideia, alguém vai estar lá e vai estar preparado para ajudar a equipa a vencer o jogo.

Últimos resultados:

FC Porto: V-V-V-V-V

Sporting: D-E-E-E-V

Últimos onzes:

FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Pepe, Marcano e Zaidu; Namaso, Uribe, Grujic e Pêpê; Taremi e Evanilson.

Sporting: Adán; Neto, Coates e Gonçalo Inácio; Porro, Ugarte, Matheus Nunes e Matheus Reis; Edwards, Pote e Trincão.

Ausências:

FC Porto: Manafá e Grujic (em dúvida).

Sporting: Paulinho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code