FC Porto bate Vitória SC e não deixa fugir Sporting na liderança

Dragões estiveram a perder, deram a volta e continuam na liderança partilhada com os leões. Mumim foi expulso aos 53 minutos e complicou missão dos visitantes.

1
0

O FC Porto recebeu e venceu, este domingo, o Vitória SC (2-1), em jogo da 12.ª jornada da I Liga. Poucas horas depois de o Sporting bater o Tondela, os dragões não deixaram o rival na liderança isolada e também venceram.

O FC Porto até jogou mais de meia hora com mais um jogador, face à expulsão de Mumin, mas não soube aproveitar as oportunidades criadas na segunda parte.

Ainda assim, o objetivo maior foi alcançado – a vitória, leia-se – e o conjunto de Sérgio Conceição continua na liderança partilhada com o Sporting (32 pontos). Logo de seguida está o Benfica, com menos um ponto.

Filme do jogo 

A primeira parte foi bastante animada. O FC Porto entrou com tudo no jogo perante um Vitória SC com várias baixas de relevo no onze titular. Os dragões conseguiam criar perigo sempre que a bola andava pelos pés de Luis Díaz e Taremi, mas uma asneira de Zaidu na grande área permitiu aos visitantes adiantarem-se no marcador.

Marcus Edwards (36′) foi chamado a converter o castigo máximo em golo e não tremeu mesmo perante a pressão dos adeptos portistas no Dragão. 

Porém, a festa forasteira pouco durou. Na jogada seguinte, Luis Díaz (38′) soltou o génio no relvado do Dragão e desferiu um remate que juntou potência e colocação. Resultado? Um grande golo que restabeleceu a igualdade no marcador. 

Até final da primeira parte, que acabou num ritmo frenético, o FC Porto ainda festejou um segundo golo, mas Taremi foi apanhado em fora de jogo pelo VAR e o lance acabou, posteriormente, anulado.

Na segunda parte, o FC Porto foi à procura do triunfo e o Vitória SC sofreu um duro revés. Mumin viu o segundo cartão amarelo, aos 53 minutos, e o conjunto de Pepa ficou reduzido a dez unidades durante mais de meia hora.

Os dragões aproveitaram e não precisaram assim de tanto tempo. Aos 59 minutos, Luis Díaz soltou a bola para Otávio e o internacional português assistiu Evanílson para o golo que completou a cambalhota no marcador.

O FC Porto ficou mais confortável no jogo, mas nunca conseguiu ampliar a vantagem, mesmo estando em vantagem numérica. Taremi até dispôs de um par de oportunidades, mas prolongou a seca de golos (sexto jogo consecutivo sem marcar) e os dragões venceram de forma tangencial.

Momento do jogo: O golaço de Luis Díaz, logo após o penálti convertido com sucesso por Edwards, evitou que o FC Porto ficasse numa situação muito desconfortável e bem complicada. Os craques são assim. Aparecem quando as equipas mais precisam deles.

Equipas iniciais 

FC Porto: Diogo Costa; João Mário, Fábio Cardoso, Mbemba, Zaidu; Uribe, Sérgio Oliveia, Otávio, Luis Díaz; Taremi e Evanilson.

Vitória SC: Bruno Varela; João Ferreira, Mumin, André Amaro, Rafa Soares; Handel, André Almeida, Janvier; Marcus Edwards, Rochinha e Bruno Duarte.

Antevisão

O FC Porto recebe, este domingo, o Vitória SC em jogo da 12.ª jornada da I Liga. Depois de um desaire na Liga dos Campeões, registado na quarta-feira, os dragões pretendem retomar o caminho das vitórias e não perder o ‘comboio’ na luta pelo título.

Do outro lado estará um Vitória SC a viver um momento complicado, muito por conta da recente eliminação na Taça de Portugal.

Estão, por isso, reunidos os ingredientes que fazem deste FC Porto-Vitória SC o jogo cartaz da 12.ª ronda do campeonato.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

*

code