Você não é derrotado quando perde você é derrotado quando desiste!!

Olá meus queridos leitores, venham aqui para mais uma semana partilhar com você histórias de vidas reais.
Esta semana vou falar da história de António, troquei o nome porque ele não quer ser reconhecido. António, tem 43 anos morra agora em Portugal, trabalha na junta da sua freguesia, diz que é um trabalho que gosta e que o permite de viver. António està sozinho em Portugal longe dos seus filhos que tanto ama. António tem 2 filhos uma menina de 16 anos e um rapaz de 13 anos, que vivem longe do pai, porque eles tão em França e o pai em Portugal. Há 3 anos que o pai não consegue ver os filhos porque António teve problemas com a mãe dos seus filhos. António teve casado vários anos e juntos tiveram esses 2 filhos, tudo ia bem até que a ex-mulher do António começou a fazer-lhe a vida negra. António trabalhava na franca para a comuna e ela não trabalhava, tomava conta dos filhos. O tempo foi passando, ate que António chegava a casa e a ex-mulher dele não estava em casa, nada estava feito, ela chegava mais tarde e António perguntava aonde ela tinha andando, e ela respondia que tinha ido passear. António começou a desconfiar da ex-mulher até que um dia ela pede-lhe o divorcio e ele perguntou lhe porque? Ela respondeu porque és mau!! Não gostes de mim!! Estou melhor sozinha!!! E ele respondeu lhe «já pensastes nos nossos filhos» e ela que respondeu «sim ficam comigo e tu vais pagar para eles porque eu não trabalho» assim foi a resposta dela…. António sentiu que não ia ser nada fácil… A ex-mulher dele meteu um advogado disse que António era agressivo que tinha medo de estar com ele. António foi morar para casa de um colega só́ que tinha que ser por algum tempo enquanto a namorada do colega não vinha para a França. António só́ pensava como ia ver os filhos? Como ia fazer quando chegasse a namorada do colega? António diz que jà nem gostava de trabalhar, porque tinha perdido o motivo que o fazia trabalhar, que era para sustentar a família. Chegou a sentença do advogado e António tinha que pagar muito dinheiro para os filhos e para a mulher «porque ela não trabalhava» do salário dele pouco sobrava para conseguir estar na França. A ex-mulher dele consegui que António perdesse a guarda completa dos filhos e que era ela que decidia quando é que os filhos iam ver o pai. Para o António era impossível, ficar a viver na França explicou aos filhos o que ia acontecer, que tinha que ir para Portugal porque em França não podia ficar porque não conseguia viver. António diz que foi o que mais lhe custou ter que fugir da França e ir viver para Portugal, só que hoje ele não vive com os filhos, e sente-se mal com isso, ele não queria fugir da França mas a ex-mulher dele utilizou coisas mas contra ele, e ele não tinha maneira nem dinheiro para se defender. António diz que enquanto esteve na França que sempre deu o que ela pedia, o salário dele era para ela e para pagar o transportes para ir trabalhar, não conseguia fazer mais nada, muito menos pagar as faturas. Antes de ser expulso decidiu fugir para Portugal aonde està a vive em casa dos pais. Diz sentir-se triste porque perdeu tudo: Os filhos e a mulher que amava muito… António diz que a ex-mulher dele utilizou isso tudo porque não queria mais o António porque algum tempo depois ajuntou-se com outro. Hoje António vive com os Pais mas sem os filhos. António tem muitas saudades dos filhos fala com eles, mas não consegue dar-lhes um abraço, ta a espera que a filha tenha 18 anos porque a sua filha diz querer ir morar com o Pai e que vai fazer tudo para a verdade ser descoberta e tentar levar o irmão que também quer ir para a beira do Pai.
António espero que tudo corra como queiras e que verdade seja descoberta …. Porque eu tenho a certeza que és um bom Pai..
Quero novidades!!!!
Faça como o António partilhe comigo em privado pelo e-mail ana_paiva23@hotmail.com
Não se esqueçam aproveitem da vida ao máximo!!!
️ ️ ️
Olá meus queridos leitores, venham aqui para mais uma semana partilhar com você histórias de vidas reais.
Esta semana vou falar da história de António, troquei o nome porque ele não quer ser reconhecido. António, tem 43 anos morra agora em Portugal, trabalha na junta da sua freguesia, diz que é um trabalho que gosta e que o permite de viver. António està sozinho em Portugal longe dos seus filhos que tanto ama. António tem 2 filhos uma menina de 16 anos e um rapaz de 13 anos, que vivem longe do pai, porque eles tão em França e o pai em Portugal. Há 3 anos que o pai não consegue ver os filhos porque António teve problemas com a mãe dos seus filhos. António teve casado vários anos e juntos tiveram esses 2 filhos, tudo ia bem até que a ex-mulher do António começou a fazer-lhe a vida negra. António trabalhava na franca para a comuna e ela não trabalhava, tomava conta dos filhos. O tempo foi passando, ate que António chegava a casa e a ex-mulher dele não estava em casa, nada estava feito, ela chegava mais tarde e António perguntava aonde ela tinha andando, e ela respondia que tinha ido passear. António começou a desconfiar da ex-mulher até que um dia ela pede-lhe o divorcio e ele perguntou lhe porque? Ela respondeu porque és mau!! Não gostes de mim!! Estou melhor sozinha!!! E ele respondeu lhe «já pensastes nos nossos filhos» e ela que respondeu «sim ficam comigo e tu vais pagar para eles porque eu não trabalho» assim foi a resposta dela…. António sentiu que não ia ser nada fácil… A ex-mulher dele meteu um advogado disse que António era agressivo que tinha medo de estar com ele. António foi morar para casa de um colega só́ que tinha que ser por algum tempo enquanto a namorada do colega não vinha para a França. António só́ pensava como ia ver os filhos? Como ia fazer quando chegasse a namorada do colega? António diz que jà nem gostava de trabalhar, porque tinha perdido o motivo que o fazia trabalhar, que era para sustentar a família. Chegou a sentença do advogado e António tinha que pagar muito dinheiro para os filhos e para a mulher «porque ela não trabalhava» do salário dele pouco sobrava para conseguir estar na França. A ex-mulher dele consegui que António perdesse a guarda completa dos filhos e que era ela que decidia quando é que os filhos iam ver o pai. Para o António era impossível, ficar a viver na França explicou aos filhos o que ia acontecer, que tinha que ir para Portugal porque em França não podia ficar porque não conseguia viver. António diz que foi o que mais lhe custou ter que fugir da França e ir viver para Portugal, só que hoje ele não vive com os filhos, e sente-se mal com isso, ele não queria fugir da França mas a ex-mulher dele utilizou coisas mas contra ele, e ele não tinha maneira nem dinheiro para se defender. António diz que enquanto esteve na França que sempre deu o que ela pedia, o salário dele era para ela e para pagar o transportes para ir trabalhar, não conseguia fazer mais nada, muito menos pagar as faturas. Antes de ser expulso decidiu fugir para Portugal aonde està a vive em casa dos pais. Diz sentir-se triste porque perdeu tudo: Os filhos e a mulher que amava muito… António diz que a ex-mulher dele utilizou isso tudo porque não queria mais o António porque algum tempo depois ajuntou-se com outro. Hoje António vive com os Pais mas sem os filhos. António tem muitas saudades dos filhos fala com eles, mas não consegue dar-lhes um abraço, ta a espera que a filha tenha 18 anos porque a sua filha diz querer ir morar com o Pai e que vai fazer tudo para a verdade ser descoberta e tentar levar o irmão que também quer ir para a beira do Pai.
António espero que tudo corra como queiras e que verdade seja descoberta …. Porque eu tenho a certeza que és um bom Pai..
Quero novidades!!!!
Faça como o António partilhe comigo em privado pelo e-mail ana_paiva23@hotmail.com
Não se esqueçam aproveitem da vida ao máximo!!!

❤️❤️❤️??
️ ️ ️




Deixar uma resposta