Vídeo-árbitro já deixa a sua marca entre as estrelas do futebol

Pouco a pouco o futebol tem vindo a dar passos rumo ao século vinte e um mas o caminho ainda é longo. Não faltaram estrelas no amigável entre França e Espanha esta terça-feira em Paris mas quem resolveu o encontro foi o vídeo-árbitro, que por duas vezes levou o juiz da partida Felix Zwayer a voltar atrás na sua decisão.

Para Didier Deschamps, a inovação tecnológica estranha-se mas depois entranha-se:
“O resultado não seria seguramente o mesmo sem o vídeo, o nosso golo teria sido validado e o golo espanhol anulado. Isto é um facto. Não se trata de uma revolução mas sim de evolução, o debate irá estar sempre presente, seja contra ou a favor.”

O futebol só tem a ganhar com uma maior abertura ao mundo que o rodeia mas ainda há muitos detalhes por apurar. As decisões tardaram entre 40 e 50 segundos, o que está longe de ser uma eternidade, mas a rapidez na decisão não foi suficiente para evitar a confusão dos milhares de adeptos nas bancadas, obrigados a aguardar sem uma noção clara do que estava a acontecer.

Fonte: Euronews




Deixar uma resposta