Sziget, o festival que ajuda a economia húngara a crescer

O Sziget, festival de música que decorre numa ilha, ao largo de Budapeste? vai na 22ª edição. Quatrocentas mil pessoas de mais de 70 países, segundo a organização, passam por aqui o que tem, naturalmente, um impacto económico positivo.

Há acampamento gratuito? para quem compra um passe para a semana? mas há quem prefira mais conforto? pelo que o alojamento disponível aumentou, exponencialmente, nos últimos anos. A juntar a isto, a necessidade de descobrir a cidade é também um valor acrescentado:

“Passam-se muitas coisas no festival Sziget mas deve-se sair e vir conhecer a cidade porque fica muito perto, a uma distância curta, e é uma cidade fantástica, muito bonita”, adianta um jovem australiano.

O setor do turismo está, aliás, em franca expansão no país. Segundo as autoridades locais cresceu 7,2% entre 2013 e 2014. Mas o crescimento, apoiado pelo festival Sziget, acontece também em setores, como os da alimentação e bebidas:

“Não nos podemos queixar normalmente, mas a verdade é que as coisas mudam por causa do Sziget, há muitas pessoas a chegar aqui mesmo antes do festival começar”, explica o barman Szabolcs Szigeti.

Mas nem sempre foi assim, quando o festival começou os donos de bares não ficaram contentes porque lhes roubava clientela. Hoje a realidade é diferente, o número de clientes aumenta, mesmo uns dias antes e depois do festival.

Fonte: Tudo Num Click




Deixar uma resposta