Procurador-geral do Brasil pede abertura de inquéritos contra 83 políticos

O procurador-geral do Brasil pediu ao Supremo Tribunal a abertura de 83 inquéritos contra ministros e parlamentares no quadro do vasto escândalo de corrupção em torno da petrolífera Petrobras. A máxima instância é a única habilitada a julgar políticos que beneficiam de imunidade. O nome dos visados é, para já, mantido em sigilo.

A notícia surge no mesmo dia em que o ex-presidente Lula da Silva rejeitou, no primeiro depoimento perante a Justiça, a acusação de obstrução das investigações:

“Há mais ao menos três anos, eu tenho sido vítima, diria, quase de um massacre. […] Eu estou cansado de ver procuradores que dizem que não precisam de provas, que tem convicção. De juízes que dizem que não precisam de provas, que têm fé. Eu quero provas! Alguém tem de dizer qual é o crime que eu cometi e onde é que o cometi.”

O pedido do procurador-geral do Brasil está baseado nas revelações saídas dos acordos de delação premiada concluídos com dezenas de dirigentes e ex-executivos da construtora Odebrecht, no centro do escândalo de corrupção e desvio de seis mil milhões de reais da petrolífera estatal Petrobras.

Fontes: Euronews




Deixar uma resposta