ONU denuncia Daesh por genocídio, crimes de guerra e contra humanidade

A Organização das Nações Unidas (ONU) denunciou nesta quinta-feira (16)o grupo terrorista Daesh de praticar crimes de genocídio, de guerra e contra a humanidade, informou Agência Brasil.

© Sputnik/ Mikhail VoskresenskyONU: 600 mil civis vivem sitiados na SíriaA acusação legal faz parte de uma denúncia feita pelo brasileiro Paulo Sérgio Pinheiro, presidente da comissão de inquérito da ONU sobre crimes na Síria.

Em seu relatório, Pinheiro pediu que os delitos do Daesh sejam levados para cortes internacionais e que o Conselho de Segurança faça uma intervenção para salvar a minoria religiosa yazidi, uma das mais afetadas pelas ações do grupo armado.

Com tradição milenar, os yazidis são considerados “infiéis” pelo Estado Islâmico, que adota táticas de perseguição e assassinato contra as minorias religiosas e étnicas que não sigam a vertente sunita do Islã. A ONU estima que cerca de 400 mil yazidis viviam na Síria e no Iraque em agosto de 2014, mas que milhares já foram sequestrados, torturados, vendidos ou mortos.

Fonte: Sputnik




Deixar uma resposta