Nova tecnologia permite avaliar composição das pedras nos rins de forma rápida e eficaz

Cientistas do Instituto Fraunhofer, na Alemanha, desenvolveram uma tecnologia que permite analisar de forma rápida, eficaz e mais barata, a composição das perdas nos rins logo após a sua extração através de cirurgia.

Saber a composição exata dos cálculos renais ajuda na recuperação do doente e na prevenção contra o reaparecimento do problema.

Arkadiusz Miernik, líder da pesquisa, explicou que se trata da técnica de espetroscopia Raman, que permite caracterizar rapidamente e identificar o tipo específico de pedra renal de forma conclusiva.

Este método se baseia na análise da luz refletida pela amostra, que depende da composição da pedra e forma uma espécie de impressão digital química.

Um protótipo do teste, incluindo o equipamento principal e o software necessários para a análise dos cálculos renais já está pronto e os cientistas querem apenas diminuir o tamanho do aparelho antes de avançar com a sua comercialização.

Fonte: Indice.eu




Deixar uma resposta