Metro do Porto e STCP anulam contratos de subconcessão

As administrações da Metro do Porto e da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) anularam os contratos de subconcessão à Transdev e à Alsa, devido a “invalidades diversas nos contratos”. uma decisão que vai ser comunidada às empresas que tinha celebrado os contratos de subconcessão com o anterior Governo, liderado por Pedro Passos Coelho.
Os contratos ainda agurardavam o visto prévio do Tribunal de Contas para entrarem em vigor.
Esta decisão formaliza a posição do Governo que acredita que a reversão não implica o pagamento de indemnizações.
O grupo mexicano ADO, que venceu a subconcessão do Metropolitano de Lisboa e da rodoviária Carris, através da participada espanhola Avanza, já fez saber que vai “usar todos os meios” para defender os seus interesses, incluindo ações nos tribunais internacionais.

Fonte: Rádio94FM




Deixar uma resposta