Marcelo destaca Ronaldo no triunfo em Roma

Na quarta-feira, durante quase uma hora, o Real Madrid interrogou-se se alguma vez iria conseguir ultrapassar a disciplinada defesa da Roma na primeira mão dos oitavos-de-final no Stadio Olimpico.

Conteúdos relacionadosZidane contente com o RealReal vitorioso em RomaHecking feliz quanto basteWolfsburgo ganha em Gent”Cristiano é um jogador fantástico, talvez o melhorMarcelo”
Cristiano Ronaldo, Karim Benzema e James Rodríguez fizeram tudo ao seu alcance para abrir brechas na muralha defensiva romana, mas durante 57 minutos chocaram com a determinação de Kostas Manolas e Antonio Rüdiger. A dupla trabalhava com tal eficácia que os visitantes pareciam condenados a uma noite frustrante, mas o Real Madrid tinha uma arma pouco secreta.

A paciência dos “merengues” foi recompensada quando Marcelo, a beneficiar de muita liberdade na esquerda devido às atenções da Roma estarem centradas em Ronaldo, colocou a bola no português e este apontou o 89º golo na UEFA Champions League de forma espectacular. O internacional português flectiu para dentro com um toque de calcanhar e rematou cruzado de pé direito ao ângulo mais distante, beneficiando ainda de um pequeno desvio da bola em Alessandro Florenzi.

Marcelo parecia estar a adivinhar o que se iria passar quando passou a bola a Ronaldo. “Cristiano é um jogador fantástico, talvez o melhor”, afirmou o lateral brasileiro ao UEFA.com. “Sinto uma grande honra em jogar com ele. Só tive de lhe passar a bola, ele fez o resto. Toda a equipa está muito feliz com ele. Não é apenas pelos golos que marca, mas porque trabalha sempre muito para a equipa.”

Cristiano Ronaldo é felicitado pelo treinador

O golo teve o condão de desbloquear o encontro para os espanhóis e forçou os “giallorossi” a correr mais riscos, o que permitiu ao suplente Jesé fazer o 2-0 aos 86 minutos e deixar o vencedor da UEFA Champions League de 2014 numa posição confortável na eliminatória. No entanto, Marcelo alertou que faltam mais 90 minutos. “É um triunfo importantíssimo para nós, mas ainda nada está decidido”, destacou. “Ainda falta a segunda mão.”

O Real Madrid vai poder abordar o segundo jogo, a 8 de Março, com enorme optimismo e Marcelo salientou que o grande momento da equipa se deve à forma como o treinador Zinédine Zidane dá liberdade aos jogadores para explanarem o seu melhor futebol. “Fizemos uma grande exibição, toda a equipa está em boa forma e estamos muito felizes”, sublinhou o internacional brasileiro de 27 anos.

“Todos os jogos são diferentes, mas é claro que gostamos sempre de atacar ao máximo, sempre que temos espaço para isso. O treinador dá-nos a liberdade para jogar como gostamos e isso é muito importante. Penso que vamos voltar a jogar ao ataque na segunda mão.”




Deixar uma resposta