Jodie Taylor quebra jejum de 20 anos em vitória recorde

Um jejum de duas décadas chegou finalmente ao fim em Utrecht, esta quarta-feira.

Vinte anos e 17 dias após o “hat-trick” da francesa Angélique Roujas na fase de grupos de 1997, Jodie Taylor tornou-se apenas na terceira jogadora a conseguir tal feito num UEFA Women’s EURO, na goleada por 6-0 da Inglaterra sobre a Escócia.

História da fase final: factos e números
Foi uma estreia notável para a avançada do Arsenal, que nunca tinha participado na competição e muito menos na fase de qualificação! A continuar assim, o recorde de uma fase final, estabelecido por Inka Grings em 2009, com seis golos, pode estar sob ameaça.

Jordan Nobbs celebra©Sportsfile
Quem também fez história foi a selecção inglesa, cujo triunfo por 6-0 suplanta o anterior máximo do torneio (5-0), partilhado pelos jogos Noruega – Dinamarca (1997), Alemanha – Rússia (2001) e Suécia – Finlândia (2013).

“Hat-tricks” na fase final do EURO Feminino*

19/07/2007 Jodie Taylor (Inglaterra 6-0 Escócia)
02/07/1997 Angélique Roujas (França 3-1 Rússia)
30/06/1997 Marianne Pettersen (Noruega 5-0 Dinamarca) – 4 golos

* Lena Videkull apontou um “hat-trick” pela Suécia frente à Noruega nas meias-finais de 1995, mas o embate realizou-se a duas mãos.

Bota de Ouro adidas do EURO Feminino de 2017

3 Jodie Taylor (Inglaterra)
1 12 jogadoras

Vitórias mais dilatadas em fases finais

6-0 Inglaterra – Escócia
5-0 Noruega – Dinamarca (1997); Alemanha – Rússia (2001); Suécia – Finlândia (2013)

Fonte:UEFA




Deixar uma resposta