Joana Vasconcelos e Francisca Laia conquistam prata em K2 200 nos Europeus de canoagem (C/AUDIO)

As portuguesas Joana Vasconcelos e Francisca Laia conquistaram hoje a medalha de prata no K2 200 metros nos Europeus de canoagem, que se estão a disputar em Plovdiv, na Bulgária.
A dupla portuguesa correu a distância em 36,777 segundos, a 0,250 das ucranianas Mariia Kichasova e Anastasiya Horlova e com uma vantagem de 0,340 sobre as polacas Dominika Wlodarczyk e Katarzyna Kolodziejczyk.

As canoístas portuguesas Joana Vasconcelos e Francisca Laia manifestaram-se hoje “muito feliz” pela medalha de prata em K2 200 nos Europeus da Bulgária, embora o seu semblante revelasse a vontade de ter ido mais além.

“Eu indo atrás no K2 é mais difícil perceber em que lugar ficámos. Perguntei-lhe se conseguimos. Ela disse que sim. Ficámos à espera dos resultados e ficamos em segundo atrás das ucranianas, que tínhamos vencido em Portugal [na Taça do Mundo]. Fica um gosto um bocadinho amargo, mas medalha de prata é prata e Portugal ganhou mais uma e isso é que é importante”, desabafou Francisca Laia.

Em declarações à Lusa, a estudante de medicina manifestou o desejo de que esta seja apenas “a primeira de mais algumas”, já que foi a sua estreia no pódio enquanto sénior, depois de vários medalhas em juniores e sub-23.

“Espero que seja a primeira de muitas. Sinto que estou a melhorar. A dar mais de mim às tripulações. Quero continuar a melhorar individualmente. Espero mais medalhas em europeus e em outras provas”, frisou.

Laia assume que este pódio é uma “motivação” adicional para os Mundiais que vão decorrer na República Checa no último fim de semana de agosto.

“Sendo o principal objetivo da época, já é uma grande motivação ter a medalha no Europeu. Tendo em conta que aqui estão as mais fortes do mundo é motivação extra”, concluiu a atleta que esteve no Rio2106.

Joana Vasconcelos já tinha sido bronze em K2 200 nos Europeus de 2012, com Beatriz Gomes, no ano em que participou em Londres2012.

“Claro que estamos felizes. O primeiro objetivo era a final, onde tudo é possível. Fomos com o melhor tempo, lutámos de início ao fim. Claro que queremos sempre o melhor resultado. Conseguimos a medalha de prata para Portugal e estamos muito felizes e orgulhosas. Claro que ouro é ouro, mas o trabalho continua e esperamos conseguir melhorar ainda mais”, prosseguiu.

Vasconcelos diz que a dupla fez uma “boa prova”, mas entende que se fosse “mesmo, mesmo perfeita”, seria o hino de Portugal que ouviriam no pódio.

“Temos muito a melhorar. E já vínhamos com muitas provas nos Europeus, por isso algo cansadas. Estamos muito orgulhosas”, reforçou, duas horas após ter sido finalista de K2 500 com Teresa Portela, com o nono lugar.

Esta é a segunda medalha de Portugal nos Europeus de canoagem, depois de no sábado Fernando Pimenta ter revalidado do título em K1 1000, procurando repetir o feito esta tarde na prova de K1 5000.

Fonte:MEDIOTEJO




Deixar uma resposta