Ir de “bike” ao centro histórico dá descontos no comércio de rua

Quarenta e cinco lojas do comércio tradicional responderam afirmativamente ao desafio lançado pela Câmara Municipal e pela Associação Comercial de Braga.

A campanha, que visa sensibilizar os cidadãos para a necessidade de adotarem hábitos de mobilidade amiga do ambiente e sustentável, consiste na eleição da bicicleta para as deslocações ao comércio tradicional.

As lojas aderentes à campanha estão devidamente identificadas com o logotipo “Semana da bicicleta” afixado na entrada e/ou na montra e têm na área da entrada lugares de estacionamento para as “bikes”.

Os descontos a praticar pelos comerciantes do centro histórico situam-se entre os 10 e os 15 por cento, cabendo às lojas decidir se aplicam o desconto “na hora” ou se apenas na próxima vez.

Certo é que entre os lojistas aderentes «estão representadas todas as áreas» de atividade do comércio de rua, desde os bares às lojas de pronto a vestir, passando pelos restaurantes e lojas de artesanato.

A iniciativa é inspirada no Dia Mundial da Bicicleta, que ontem se assinalou, arrancou esta quarta-feira, e vai prolongar-se até ao próximo dia 26 do mês em curso.

«Com esta iniciativa, pretendemos valorizar o comércio tradicional, mas também desafiar os bracarenses para visitarem o centro histórico utilizando a bicicleta como meio de mobilidade, que é um meio de transporte suave e amigo do ambiente», disse o vereador que tutela o Pelouro do Ambiente. Altino Bessa, que é o mentor do projeto, acrescentou que «há ainda um grande caminho a percorrer pelos bracarenses ao nível da mobilidade ecológica e amiga do ambiente».

O autarca salientou que a “Semana da bicicleta” tem ainda a preocupação de «ir de encontro às metas» assumidas pela União Europeia em matéria de alterações climáticas. «Demonstra ainda que há uma forma diferente de visitar e aceder ao comércio tradicional», sublinhou o edil, dando conta que a cidade de Braga já dispõe de dezenas de quilómetros vias destinadas à bicicleta.

«Ainda recentemente foi executado mais um troço de 1,5 kms, que ainda não foi inaugurado, mas que já é utilizado pelos ciclistas», revelou Altino Bessa, que não escondeu o propósito de que a nova campanha tenha acolhimento para ser realizada em futuras edições.

O diretor-geral da Associação Comercial de Braga, Rui Marques, referiu que a «feliz iniciativa» lançada pela Câmara de Braga expressa também «a responsabilidade social e a consciência ecológica do comércio tradicional, que não desconhece a importância do ambiente para uma economia sustentável».

Fonte: Diário do Minho




Deixar uma resposta