França: 1 polícia morreu e 2 ficaram feridos em tiroteio em Paris

Um polícia morreu e dois ficaram feridos, esta noite, num tiroteio em Paris, França.

O ataque foi reivindicado pelo auto-proclamado Estado Islâmico através da agência noticiosa AMAQ.

De acordo com uma do Ministério francês do Interior, citada pela agência Reuters, a troca de tiros ocorreu nos Campos Elísios, em pleno coração da capital francesa.

As autoridades revelaram, ainda, que terá havido dois atacantes e que um terá sido abatido. Não se sabe, ainda, a identidade dos atiradores.

Segundo uma testemunha, citada pela Reuters, um homem terá saído de um carro e começou a disparar “com uma metralhadora”.

As autoridades pedem aos parisienses para evitarem a área.

Fontes policiais admitem que o tiroteio poderá ter tido origem numa tentativa de assalto à mão armada.

O tiroteio ocorreu a poucos dias da primeira volta das eleições presidenciais francesas.

Os candidatos ao Palácio do Eliseu já se começaram a manifestar.

Emmanuel Macron afirmou, na sua conta na rede social Twitter, que está solidário com as forças da autoridade e que a missão do presidente é proteger o povo francês.

O socialista Benoît Hamon diz apoiar, totalmente, as forças policiais que lutam contra o terrorismo.

A candidata da extrema-direita já se manifestou. No Twitter, Marine Le Pen mostrou-se solidária para com as forças da autoridade.

O presidente dos Estados Unidos da América já enviou condolências ao povo francês por causa daquilo que, segundo Donald Trump, parece ser mais um ataque terrorista.

Fonte: Euronews




Deixar uma resposta