Egipto: arqueólogos descobrem túmulo com mais de 3000 anos

Oito múmias, sarcófagos de madeira com cores vivas e mil estatuetas funerárias, fazem parte das descobertas fabulosas que os arqueólogos fizeram no Alto Egipto, num túmulo com mais de 3000 anos.

O túmulo, descoberto perto da cidade de Luxor, é de um juiz; é formado por um tribunal aberto que conduz a um corredor retangular e a uma câmara interna, informou, terça-feira, o Ministério das Antiguidades.

Com a recente série de grandes achados arqueológicos, o Egito espera reavivar o turismo duramente afetado pela instabilidade política.

Fonte: Euronews




Deixar uma resposta