Dinamarca prolonga controlo fronteiriço com a Alemanha

A Dinamarca vai manter até dia 4 de março os controlos fronteiriços com a Alemanha.

O controlo de fronteira é uma excepção no acordo de Schengen e foi introduzido no início do ano. Visa refrear a solicitação de asilo por parte dos migrantes que continuam, através da entrada pela Grécia, a dirigir-se para a Europa do Norte.

Em Berlim, o ministro alemão do interior, Thomas de Maizière, e o homólogo sueco, Morgan Johansson, trocaram ideias sobre a crise de refugiados.

No final, Maizière afirmou-se agradado com a proposta de Bruxelas: “Até agora, o sistemático controlo das fronteiras Schengen estava proibido. Se se quisesse fazer isso, era necessário um processo especial de consulta. A proposta da Comissão Europeia face ao terrorismo sugere que estes controlos sistemáticos devem tornar-se uma regra e que se podem fazer excepções em certos casos. Isto é um ponto importante e nós apoiamo-lo.”

A Comissão Europeia sugere que esta alteração vigore durante os próximos dois anos.

Um estudo mostra que o colapso da zona Schengen pode custar mais de um trilhão de euros à União Europeia nos próximos dez anos.

Fonte: Euronews




Deixar uma resposta