Brasil: Comissão de Impeachment avança com processo de destituição de Dilma

A Comissão de Impeachment vai mesmo votar a destituição de Dilma Rousseff. O responsável pela avaliação do processo considerou que existem indícios contra a presidente brasileira.
Com tumultos e alguma confusão à mistura, Jovair Arantes leu relatório favorável à destituição de Dilma. O documento será discutido na Comissão de Impeachment, , composta por 65 parlamentares, segunda-feira.

Relator vê indício de crime e recomenda continuidade de impeachment de Dilma https://t.co/n3jTImNocw
? Estadão (@Estadao) 7 de abril de 2016
Caso a maioria dos deputados da comissão vote pelo impeachment, a discussão desce então ao plenário de 513 deputados, o que deve acontecer no dia 17.
Para se concretizar a destituição são necessários 342 votos (dois terços) favoráveis.

Entretanto, o executivo liderado por Dilma Rousseff já esperava esta decisão e já conta com a derrota na segunda-feira. De qualquer forma, está mais otimista em relação à votação do processo no plenário da Câmara.

Fonte: Euronews




Deixar uma resposta