A saudades que tenho tuas

ana-santos

Ana Santos

Olá meus queridos leitores venho para mais uma semana partilhar com vos historias de casos de vida reais. Desde de já queria agradecer vos mais uma vez as  vossas mensagens que adoro ler, receber, e responder claro…
Recebi varias mensagens a dizer que no jornal a pagina do blog ta um pouco escondida devia de estar mais amostra. Quero desde de já dizer vos que vamos pensar nisso pequeno por menor para ver que podemos fazer.
Esta semana não recebi nenhuma historia que possa partilhar com vos, por isso vou vos partilhar a minha que já la vão uns anos e a dor ta sempre muito presente, tinha 6 anos na altura morava na Suíça com os meus pais, e com o meu mano que na altura ia fazer 1 aninho.
Como quase todos os fins de semana ia dormir a casa da minha avó que era mesmo ao lado porque tinha la a minha tia e eu adorava brincar com ela talvez por a nossa curta diferença de idades eu tinha 6 anos e ela 10.
Um dia a minha mãe liga a minha avó e diz para eu não ir já pra casa porque ela vai ao hospital com o meu irmão porque ele não passou bem a noite e tinha muita febre, quando chegou ao hospital de La Chaux de Fonds mandaram lhe logo para o hospital no CHUV. Depois de ver vários médicos, o diagnostico foi fatal, o meu irmão tinha uma doença mortal… A meningite ele foi um dos primeiros casos aqui na Suíça e na altura não havia nada a fazer ele ia morrer daqui uns dias ou umas horas isso os médicos não sabiam dizer lembro me da reação dos meus pais como se fosse hoje, parece que o mundo parou que não era justo porquê um menino tao pequenino porquê ele tao inocente porquê?? Até hoje eles não tiveram resposta!!! O meu maninho durou mais de  uma semana… O ultimo dia os médicos ligaram ao meio da noite e disseram aos meus pais para irem de urgência para hospital porque o menino não ia aguentar mais!!! Imaginem a dor que ia naquele carro até chegar ao hospital, é mais ao menos duas horas mas desta vezes parecia uma eternidade que horror!! Mas lá chegamos fomos ao quarto e aí os médicos disseram que iam ter que desligar as maquinas, para nos nos despediremos dele que horror meu deus, eu com 6 anos lembro me de tudo como se fosse hoje cheguei a beira dele e lembro me de lhe dar muito beijos, depois o meu pai muito forte fez o mesmo e por fim minha mãe disse lhe as ultimas palavras “da me um beijinho ” e ele sem força tirou a chupeta e deu lhe um beijinho e morreu sem nós termos que desligar as maquinas, foi horrível acho que horrível não diz a dor que nos sofremos, foi ainda muito mais forte .. Só sei que se hoje ele tivesse aqui tinha 26 aninhos tenho tantas saudades dele que até parece impossível não esquecer esta dor. Hoje é o dia que os meus pais ainda continuam a sofrer, mas penso que o meu pai é mais… Ele sente mesmo a falta do meu irmão… Para não mentir também tenho tantas saudades do meu maninho queria tanto que ele conhecesse os meus filhos ia ser um bom tio ,queria tanto lhe dizer que o amo tanto que gostava de imaginar o homem que ele seria hoje, gostava que ele partilhasse comigo momentos mais importantes na minha vida ,mas sei que ele ta la em cima a cuidar de mim.

Prontos, hoje partilhei uma historia que senti a dor , esperam que continuam a mandar por e-mail as vossas historias as vossas perguntas .
Mil beijinhos e só mais uma coisa podemos perder a vida em 2 segundos por isso aproveitem a vida ao máximo sem pensar no amanha … Até  pra semana ??




One thought on “A saudades que tenho tuas

Deixar uma resposta